Caminho das pérolas: das mulheres da alta sociedade às quengas do Bataclã em Gabriela

jul 26, 2012 No Comments by

As pérolas encantam as mulheres há séculos. Há relatos sobre elas datados do ano 2.000 a.C. E o que não faltam são histórias e crenças em torno destas gemas incrivelmente belas que vêm das ostras. Desde as mais tradicionais, no tom marfim, até as raríssimas pérolas negras, elas atravessam séculos e se mantêm “vivas” década após década. Não é por acaso que quase toda mulher tem em casa no mínimo um colar ou brincos de pérolas. Sejam elas falsas ou verdadeiras, pérolas são sempre itens de eterno desejo. Um clássico, que nunca sai de moda.  Na novela Gabriela, que se passa na Ilhéus dos anos 1920, as pérolas têm papel de destaque tanto na caracterização de personagens do Bataclã, onde as mulheres da vida desfilam com tiaras, casquetes, brincos, colares e outros adereços de pérolas, quanto na alta sociedade.

Maria Machadão com colar de pérolas negras de múltiplas voltas.

Natasha é a personagem que mais aparece coberta de pérolas.

Adorno mescla pérolas e pedrarias. Um misto de pureza e sofisticação.

Sinhazinha (Maitê Proença) usa brinco de pérola e bolero todo bordado com elas.

Pérolas conferem delicadeza e romantismo à produção da personagem

Bruna Linzmeyer

A dançarina Anabela (Bruna Linzmeyer) é ousada: mixa colar de pérolas com outro de pingente tassel

Conceição (Vera Zimmermann) é sofisticada e ligada às tradições...

Colares longos de pérolas são frequentes em suas produções.

Na moda,  Coco Chanel ajudou a eternizar as pérolas  como ícones de estilo. Não dá para pensar em Chanel sem lembrar de camélia, pérolas, tweed e bolsa matelassada com alça de corrente.  Na última coleção de verão 2012, Lagerfeld colocou pérolas no corpo das modelos, nas roupas, nos cabelos, nos acessórios. O fundo do mar, tema recorrente para a temporada,  veio com direito à cenário todo branco com borbulhas gigantes e Florence Welch, da banda Florence And The Machine cantando ao vivo dentro de uma enorme ostra aberta. Viva as pérolas!

 

Bolsa em forma de concha coberta de pérolas. Acessório incrível do verão 2012 da Chanel

Musas do cinema como Audrew Hepburn  e Sophia Lauren se renderam aos encantos das pérolas e também ajudaram a difundir a gema.

Audrey Audrey

Audrey Hepburn com brinco de pérola.

 

Audrey Hepburn em cena de Bonequinha de Luxo.

Jacqueline Kennedy também não dispensava seu colar de pérolas. Em sua primeira visita oficial como primeira-dama dos Estados Unidos, em 1962, ela usava um colar curtinho de três voltas, vestido acinturado e luvas. Veja também Jackie Onassis na capa da Time nos anos 90 e,  logo abaixo, com o filho John Kennedy Jr. Em todas as fotos, sempre usando um colar de pérolas.

Sophia Loren clicada em 1961 com maxicolar com muitas voltas de pérolas outras pedras preciosas

Na atualidade, o que não faltam são celebridades declarando seu amor pelas pérolas.  A atriz fashionista Sarah Jessica Parker que o diga. Dá só uma olhada no tanto de imagens dela na vida real ou em cena – em Sex and the City – usando longo colar de pérolas. Sempre moderna!

Na versão clássica que virou mania nos anos 50,  em colar mais curtinho, ou nos modelos mais longos, as pérolas continuam eternas. Desfilando por aí, inclusive no tapete vermelho.

Nas ruas, as pérolas ganham modernidade e, além dos clássicos colares e brincos, viram adornos diferenciados em produções bem joviais.

A gema perfeita e suas histórias

De todas as pedras, a pérola é considerada a mais perfeita, pois não precisa de lapidação. Quando se forma na ostra, seja de forma natural ou por cultivo,  a pérola mostra toda sua beleza no momento em que é extraída. Ela surge sempre que um corpo estranho, como um parasita ou um grão de areia, por exemplo,  invade a ostra. Como forma de defesa, o molusco excreta  o camadas e mais camadas de nácar, isolando o invasor e dando origem à perola.

Sempre associdas à modéstia, castidade, pureza, amor e riqueza, as pérolas garantem casamentos felizes e duradouros. Ao menos era isso o que acreditavam diversos povos antigos. Até hoje, por esta razão, elas são usadas pelas noivas em cerimônias de matrimônio.

Mas a adoração por essas pedras preciosas não começou agora. Em 3.500 a.C., elas já eram símbolo do charme feminino no Oriente Médio. No livro sagrado da Índia, por exemplo, as pérolas aparecem como descobertas do deus hindu Krishna, que aproveitou o ensejo para presentear sua filha Pandaia pelo casamento.

Dizem que Cleópatra, com o intuito de convencer Roma de que o Egito era a nação mais rica daquele tempo, apostou com Marco Antônio que daria o jantar mais caro da história. Ela, então, serviu apenas um prato vazio ao lado de um jarro de vinho. Foi aí que Cleópatra pegou uma grande e espetacular pérola, esmagou-a e misturou ao líquido. Naquele momento, Marco Antônio admitiu: ela havia ganho a aposta. Alguém ainda duvida?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Gabriela, Looks Gabriela

About the author

Jornalista, com mais de 15 anos de experiência em moda, tenho paixão por novelas e por televisão desde criança. Não foi por acaso que iniciei minha vida profissional no jornalismo como produtora de hardnews na TVCOM. E, depois de quase dez anos como editora-chefe na UseFashion, veio a ideia de criar um site sobre moda de novela, que abordasse figurino, make, cabelo, beleza, de um jeito inédito - reunindo em um só lugar os hits da telinha com informação aprimorada. Amo ir atrás das marcas, dos designers, de quem assina e cria os verdadeiros sucessos em vendas das novelas. E, pode confiar: quando aquele esmalte, aquela bolsa, aquele brinco lindo aparecer na telinha, o Novela Fashion Week vai mostrar e contar tudo sobre eles.
No Responses to “Caminho das pérolas: das mulheres da alta sociedade às quengas do Bataclã em Gabriela”

Leave a Reply