Figurino de Cordel Encantado é totalmente artesanal

mai 04, 2011 12 Comments by

 

Trama Global é um desfile de bordados e rendas

Trama Global é um desfile de bordados e rendas

Já faz um tempo que queríamos fazer um post sobre Cordel Encantado, mas novela de época não é exatamente a praia de gente que lida com moda como nós aqui do NFW, sempre adiantando tendências, prevendo o que vai “virar  moda” proximamente, antecipando as inclinações de mercado. Mas não tem como não ficar impressionado com o figurino dessa novela, assim resolvemos publicar este post que é uma transcrição do blog Manga Cenográfica, especializado em cenografia, figurino e montagens teatrais, mas com algumas informações (textos) e imagens minhas. Vocês vão adorar saber dos detalhes, tipo que as peças são todas artesanais e que cada “reino” na novela tem seu estilo próprio. Marie Salles e Karla Monteiro são as responsáveis pelo figurino da novela das seis da Globo e as duas sabem como ninguém o que é ver o resultado de quase seis meses de trabalho árduo no ar. “Começamos a pesquisar o figurino da novela em novembro. Foi um mês de pesquisa 24 horas por dia”. lembra Marie.

Da esquerda para a direita, as figurinistas Marie Salles e Karla Monteiro posam ao lado dos figurinos de Brogodó, Seráfia do Sul e Seráfia do Norte no Projac, zona oeste do Rio

Da esquerda para a direita, as figurinistas Marie Salles e Karla Monteiro posam ao lado dos figurinos de Brogodó, Seráfia do Sul e Seráfia do Norte no Projac, zona oeste do Rio

Amigas há 20 anos, Marie e Karla se reuniam na casa da primeira e se dividiam entre os computadores para pesquisar sites de história dos mais variados países. Karla afirma que, no início, a dupla ficou tão imersa nesse universo de pesquisa que chamou a atenção do filho mais velho de Marie, Mateus, de nove anos. “Ele ficava muito impressionado com a nossa quantidade de trabalho. Foi aí que tivemos ideia de pedir a ele para desenhar como ele imaginava que seria o rei Augusto [personagem do Carmo Dalla Vecchia]”, conta.

A duquesa Úrsula promete ter um dos figurinos mais comentandos de Cordel Encantado

A duquesa Úrsula promete ter um dos figurinos mais comentandos de Cordel Encantado

As figurinistas contam que a iniciativa de pedir ao menino para que ele imaginasse um rei partiu da conversa que elas tiveram com o diretor de núcleo Ricardo Waddington e a diretora-geral Amora Mautner. “A encomenda do Ricardo e da Amora para a gente foi encontrar o rei no imaginário coletivo. Até porque, por mais que a novela tenha como fio condutor os anos de 1890 e 1900, ela é uma fábula. E, como tal, nos dá uma certa liberdade criativa”, argumenta Marie.

Mangas bufantes serão marca registrada dos vestidos das personagens mais jovens da trama

Mangas bufantes serão marca registrada dos vestidos das personagens mais jovens da trama

Encerrada a vasta pesquisa geral do figurino – elas pesquisaram mais de nove gigabytes de material e assistiram a mais de 40 filmes –, Marie e Karla começaram a fazer uma pesquisa individual para cada um dos 55 personagens da trama de Thelma Guedes e Duca Rachid. “Fizemos uma pesquisa de acordo com os quatro núcleos da história: Seráfia do Norte, Seráfia do Sul, Brogodó e cangaceiros”, lembra Marie, acrescentando que elas criaram pranchas com informações sobre cada personagem.

Os figurinos são ricos em detalhes, como os apliques de correntes douradas e pérolas

Os figurinos são ricos em detalhes, como os apliques de correntes douradas e pérolas

Para criar o figurino do rei Augusto (Carmo Dalla Vecchia), da Seráfia do Norte, Marie e Karla afirmam que se inspiraram no último czar russo, Nicolau II. “O personagem do Carmo foi todo pautado no Romanov, que é o pai da princesa Anastácia. Foi o período mais rico da história.  A Alexandra, mulher dele, era a rainha mais chique. A gente se baseou nela para criar os figurinos da rainha Efigênia [Berta Loran] e da duquesa Úrsula [Deborah Bloch]”, conta Karla.

Detalhe da roupa do rei Augusto (Carmo Dalla Vecchia). O figurino do personagem foi baseado no rei russo Romanov.

Detalhe da roupa do rei Augusto (Carmo Dalla Vecchia). O figurino do personagem foi baseado no rei russo Romanov.

Como a novela é de época, todas as roupas e acessórios precisaram ser produzidos na Central Globo de Produção. “Nada estava pronto. Até reaproveitamos alguns figurinos do acervo da emissora. Mas só os tecidos. Até porque, o conceito do figurino da novela é muito específico”, explica Marie, acrescentando que os personagens de Seráfia do Norte usam cores solares, como dourado, tons claros, bege e marrom – com exceção dos vilões, que usam verde, bordô e preto.

Detalhe da gola feita em metal trançado e banhado a ouro do rei Augusto, papel interpretado por Carmo Dalla Vecchia

Detalhe da gola feita em metal trançado e banhado a ouro do rei Augusto, papel interpretado por Carmo Dalla Vecchia

Aliás, Karla explica que todas as peças da novela – de todos os núcleos – são artesanais. “As peças de todos os 55 personagens da história sofrem intervenções. Tudo passa pela mão de uma bordadeira, ou é tingido, envelhecido. A roupas da Ternurinha (Zezé Polessa), por exemplo, passam por, pelo menos, duas bordadeiras”, explica.

Detalhe do chapéu e dos bordados do vestido de Ternurinha, personagem interpretada por Zezé Polessa em "Cordel Encantado

Detalhe do chapéu e dos bordados do vestido de Ternurinha, personagem interpretada por Zezé Polessa em Cordel Encantado

Detalhe do chapéu de Ternurinha, personagem interpretada por Zezé Polessa em Cordel Encantado

Detalhe do chapéu de Ternurinha, personagem interpretada por Zezé Polessa em Cordel Encantado

Karla emociona-se ao lembrar de quando as bordadeiras criaram o vestido de noiva para a princesa Carlota (Luana Martau): “O vestido é todo bordado. Deu um trabalho e tanto para as bordadeiras. Quando a Luana veio fazer a prova, todo pessoal da costura e do bordado parou de trabalhar para vê-la experimentando o vestido. As bordadeiras ficaram emocionadas. Foi uma comoção”.

Detalhe da frente do vestido de noiva da princesa Carlota. A peça foi toda bordada à mão

Detalhe da frente do vestido de noiva da princesa Carlota. A peça foi toda bordada à mão

Uma das maiores dificuldades que Marie e Karla enfrentaram na hora de criar o figurino de Seráfia do Norte foi encontrar o material para a gola e a dragona do rei Augusto. “Só conseguia imaginar o metal. Fomos a um monte de ferro velho, fui a uma feira no Bixiga, em São Paulo, atrás de uns puxadores de porta. Mas nada ficava bom. Na hora que bordávamos no manequim, caía. Era pesado demais. Até que a Karla descobriu um menino que trançava metal numa feira aqui no Projac [complexo de estúdios da Globo]. Conseguimos, então, o que procurávamos”, recorda Marie, afirmando que as dificuldades não pararam por aí: “Aí começamos a busca pela cor. Porque existem vários tipos de ouro. Só que no alumínio não pega. Então dá um trabalho danado. Porque temos que colocar uma química, depois banhar de ouro. Enfim, é tudo artesanal”.

Detalhe da gola do rei Augusto

Detalhe da gola do rei Augusto

Para o figurino de Seráfia do Sul, Marie e Karla optaram pelas cores prata, azul marinho e preto. “Seráfia do Sul é o meu xodó”, entrega Karla. Todo feito à mão, o figurino de Brogodó também não fica atrás na preferência da figurinista. “Brogodar virou verbo para a gente. Significa acrescentar o feito à mão. Por isso dizemos que demos uma brogodada no figurino”, diverte-se. Com tons claros e materiais naturais, como a juta e o algodão, o visual brogodense recebe aplicações de madeira, sementes, palha e coco. “As toalhas de mesa viraram vestidos para os personagens de Brogodó”, conta Karla, acrescentando que o povo brogodense usa muitas peças com crochê, renda filé e patchwork.

Detalhe da bolsa de Açucena (Bianca Bin). O guarda-roupa da personagem privilegia peças feitas de toalha de mesa, com crochê, renda filé e patchwork

Detalhe da bolsa de Açucena (Bianca Bin). O guarda-roupa da personagem privilegia peças feitas de toalha de mesa, com crochê, renda filé e patchwork

Já para as peças usadas pelos cangaceiros, Marie e Karla foram buscar inspiração nos guerreiros como os samurais, por exemplo. Marie conta que descobriu um menino no Ceará que faz artesanato em couro. “A cultura do artesanato em couro é muito forte no Ceará, passa de pai para filho. Conheci o trabalho desse menino e achei perfeito para a novela. Aí começamos a montar esses desenhos com a chapa de metal”, lembra ela, que também aplica tachas e placas de prata nas roupas de Herculano (Domingos Montagner) e Zóio-furado (Tuca Andrada).

Cangaceiros: figurinos com inspiração em guerreiros como os samurais

Cangaceiros: figurinos com inspiração em guerreiros como os samurais

Satisfeitas com o resultado de tantos meses de pesquisa e criação, Marie e Karla fazem questão de dizer que só chegaram ao figurino que desejavam porque contaram com um belo trabalho de equipe. “Fazer um bom trabalho dá muito trabalho. E o diferencial da equipe dessa novela é a dedicação”, elogia Karla, confessando que tem vontade de ver o figurino de “Cordel Encantado” fora da novela. “Adoraria fazer um livro com os figurinos. Quem sabe?”, conclui.

Da esquerda para a direita, figurinos de Seráfia do Sul, Brogodó e dos cangaceiros

Da esquerda para a direita, figurinos de Seráfia do Sul, Brogodó e dos cangaceiros

Da esquerda para a direita, figurinos da Seráfia do Sul, Brogodó, cangaço e Seráfia do Norte

Da esquerda para a direita, figurinos da Seráfia do Sul, Brogodó, cangaço e Seráfia do Norte

Cordel Encantado

About the author

Apaixonada por estilo desde criança, quando já achava que preto era a cor mais linda que existia para vestir. Formada em Arquitetura pela UFRGS e pelo Politecnico di Milano. Trazida para a moda por Romeo Gigli e Gianfranco Fenizia (Prada). E mantida na moda pela moda em si, mesmo. Atualmente editora executiva do Novela Fashion Week.

12 Responses to “Figurino de Cordel Encantado é totalmente artesanal”

  1. Lisiane Dalle Nogare says:

    Olá Wagner,
    Para esse tipo de informação, por favor entre em contato diretamente com a Central de Atendimento ao Telespectador (CAT) da Rede Globo, pelo telefone 400 22 884 (custo de uma ligação local).
    Bjs do NFW!

  2. Wagner de Andrade says:

    Boa Tarde! Nossa achei o figurino divino, ou melhor digno da realeza.A algum tempo venho estudando os figurinos reais e nunca vi nada tão criativo como esse da novela.
    Sou estudante de moda e estou trabalhando em uma coleção que tomei como tema ” a realeza” Gostaria de se possível tirar algumas dúvidas principalmente sobre o figurino do rei.Sou de Salvador! , e aqui tudo é tão difícil..Como posso acompanhar mais o trabalho de vocês ? bjs

  3. Lisiane Dalle Nogare says:

    Obrigada querida e um grande bjo do NFW!
    Visite também nosso Twitter: @NovelaFW

  4. Nome says:

    Estou encantada com o figurino ! Que grande trabalho!Parabéns pelo talento e a dedicação de vocês!!

    Grande abraço,

    Renata.

  5. Lisiane Dalle Nogare says:

    Olá!
    Olha aqui no Blog apenas fizemos a matéria sobre Cordel Encantado, não somos assessoria da novela, nem somos
    da Globo, então não temos este tipo de informação para te passar, mas tentaremos conseguir alguma informação para vc.
    De qualquer forma, tente entrar em contato com a Central de Atendimento ao Telespectador (CAT) da Rede Globo:
    http://falecomaredeglobo.globo.com/ e pelo telefone 400 22 884 (custo de uma ligação local).

    Bjos do NFW!
    Visite também nosso Twitter: @NovelaFW

  6. Danielle says:

    Gostaria do endereço e telefone do responsável pelos calçados de Cordel Encantado.
    Vi no Rio Show que foram feitos em Cascadura, mas perdi o jornal e não consigo achar aqui.
    Parabéns pelo figurino primoroso!
    abs

  7. Lisiane Dalle Nogare says:

    Querida! Muito obrigada que bom que vc está gostando do nosso Blog.
    De fato, as saias da Doralice já estão fazendo sucesso, são da mesma
    marca que faz a maioria das saias da Marina de Insensato Coração. Ou seja,
    saia de alfaiataria contemporânea em figurino de época. Show, né? Bjão, Lisi.

  8. Melissa V. Buzzatti says:

    Lisiane e Inez! Acho o figurino da novela encantador e como moda boa é aquela que vai para as ruas, logo logo as longelíneas estarão usando as saias incríveis das personagens Doralice e Açucena!
    Excelente trabalho no Blog!
    Amei!
    Um beijo, Melissa de Vargas Buzzatti

  9. Lisiane Dalle Nogare says:

    Olá, que bom que vc gostou, a gente também acha o trabalho dessa novela incrível!
    Obrigada por seguir nosso Blog e convidamos vc a seguir a gente também no Twitter: @NovelaFW

  10. Mone Pizzetti says:

    Olá !!

    Os figurinos realmente são maravilhosos, sem palavras!!!

    Parabénsss!!!

  11. Lisiane Dalle Nogare says:

    Olá Ana Cláudia! Obrigada pelo comentário, convida a gente para visitar o Projac, vai… Bjo.

  12. Ana Claudia Bonaccorsi Dutra says:

    Obrigada por examinar cuidadosamente as criações exclusivas de Anelise Bonaccorsi. Lembro-me de suas palavras: “Trata-se de uma novela de época que permite o uso de peças atemporais”

    Seu trabalho com Karla Monteiro é maravilhoso e percebe-se que é fruto de muito estudo e dedicação.

    Receba o meu grande abraço e carinho.

    Ana Claudia

    Asssessora da estilista Anelise Bonaccorsi no Projac

Leave a Reply